Tratamentos

Odontologia do Esporte

Na odontologia do esporte, é realizado um trabalho preventivo com atletas, sejam eles profissionais ou amadores. O processo consiste em investigar e acompanhar a influência da saúde bucal no desempenho dos esportistas. O tratamento é diferenciado para cada paciente, sempre levando em consideração variáveis como a fisiologia única de cada pessoa, o tipo de esporte que a mesma pratica e as potenciais lesões ou doenças que podem ocorrer em decorrência da prática esportiva. Uma saúde bucal saudável, uma oclusão balanceada e alguns aparelhos podem potencializar o resultado do exercício ou do esporte praticado. Em alguns tipos de esportes de contato, inclusive, torna-se indispensável o uso de protetores bucais.
O profissional que atende esse segmento pode atuar tanto em caráter preventivo, conforme explicado anteriormente, como em situações de emergência, quando já ocorreu a lesão, ou em caso de doenças bucais manifestadas.

Implantodontia

Consiste na inserção de implantes de titânio no osso mandibular ou maxilar, permitindo ao profissional adaptar uma prótese dentária com anatomia semelhante à do dente perdido. Apresenta um ótimo resultado final, muito mais satisfatório do que com outros tipos de próteses.
Após sua instalação, os Implantes Osseointegrados unem-se ao osso como uma raiz dentária artificial, substituindo a raiz dentária natural perdida. São bastante seguros e com um prognóstico bastante favorável, desde que não sejam submetidos a traumas ou maus cuidados.
Ao final do processo de instalação, se faz necessária uma manutenção periódica para garantir a integridade do implante, dos tecidos (ossos e gengiva) e também da prótese.

Ortodontia e Ortopedia Maxilar

Ortodontia é a especialidade que corrige a posição dos dentes com a utilização de aparelhos fixos ou removíveis.
Já a ortopedia funcional dos maxilares, como o próprio nome já diz, trata exclusivamente dos ossos na região maxilar. Pode ser aplicada somente durante a fase de crescimento quando criança. Após cessado o processo de crescimento, os ossos maxilares são tratados apenas com cirurgia buco maxilo facial.
Essas especialidades odontológicas são de grande importância pois corrigem a posição dos dentes, ajustam a articulação dento-dentária, eliminam eventuais estresses aos músculos da mastigação (que podem causar dores de cabeça, no pescoço, nos ombros e nas costelas) e, é claro, deixam o sorriso mais bonito.
Apenas profissionais especializados na área poderão determinar a necessidade ou não de um tratamento ortodôntico. Analisando um histórico médico e dentário completo, exame clínico, moldes de gesso de seus dentes, fotografias e radiografias especiais, o profissional poderá elaborar um plano de tratamento e decidir o plano de conduta mais adequado, bem como o tempo aproximado do mesmo.

Endodontia

A Endodontia é a especialidade que cuida da saúde interna do dente, lesões e doenças da polpa. Em suma, é o famoso e mais popularmente conhecido “tratamento de canal”.
Quando existem cáries profundas ou quando o dente sofre algum trauma, a polpa (nervo) pode sofrer inflamação ou necrose irreversível, fazendo-se necessário o tratamento Endodôntico (canal).
O tratamento adequado, juntamente com uma posterior reconstrução, evita complicações e devolvem ao dente sua função mastigatória.
Qualquer dentista está apto para realizar esse tratamento ortodôntico. Porém, a Endodontia é melhor conduzida por profissionais especializados na área que, com a ajuda de equipamentos apropriados e modernos, conseguem resolver quaisquer situações que possam ocorrer. Uma vez que a parte sistêmica do paciente interfere no procedimento, deve ser investigado todo o histórico do mesmo a fim de evitar eventuais complicações no tratamento, causadas por curvaturas ou calcificações, por exemplo.

Periodontia

É a especialidade que cuida da “estética rosa” do sorriso, ou seja, da parte da gengiva. Podem ser realizadas cirurgias de contorno gengival, por exemplo, para harmonizar a estética rosa com a estética branca, bem como o tratamento da doença periodontal.
A doença periodontal caracteriza-se como um conjunto de condições inflamatórias, de caráter crônico e de origem bacteriana, que afetam os tecidos que rodeiam os dentes. É a principal causadora da perda de dentes em adultos.
O sinal mais característico da doença é o sangramento das gengivas, mas também pode se apresentar como retrações ou inchaços na mesma.
Sua prevenção pode ser feita removendo a placa bacteriana por meio de limpeza bucal rotineira, com fio dental e escova, e também com limpezas profissionais das bolsas ao redor dos dentes, essas feitas pelo dentista.

Cirurgia Buco Maxilo Facial

O profissional Buco Maxilo Facial trata deformidades faciais congênitas e fraturas faciais em decorrência dos mais diversos traumas. Essa especialidade pode complementar a ortodontia em pacientes adultos com alterações funcionais esqueléticas como traumas de acidentes, câncer ou fissuras palatinas de nascença, por exemplo.
São tratados por essa especialidade: adultos descontentes com o seu perfil facial, que tenham queixo mais ou menos proeminente, mordida errada, dores e estalos na articulação têmporo-mandibular (ATM), dificuldade para respirar, apneia do sono ou, até mesmo, uma simples extração de dentes do siso.
Dependendo do procedimento, a recuperação é rápida e permite que a pessoa fale e se alimente sem grandes dificuldades logo após a operação.

Enxertia Óssea

A Enxertia Óssea é uma opção para quem deseja colocar implantes e não possui uma região apropriada para recebê-los, normalmente por falta de tecido ósseo. A técnica consiste no aumento da altura e espessura do osso para possibilitar a instalação com segurança dos parafusos de próteses.
Também pode ser utilizada para fins estéticos, para corrigir a aparência do sorriso e do rosto do paciente.

Odontologia Estética

A Odontologia Estética cuida da parte cosmética da face.
Ela traz melhorias visuais em diversos pontos e melhora, inclusive, a qualidade de vida do paciente com o aumento na autoestima proporcionado por um belo sorriso.
Esse segmento conta com diversos procedimentos, como: clareamento dental, restaurações estéticas de resina na cor do dente, facetas de porcelana e lentes de contato dentais.
A técnica trabalha em conjunto com outras especialidades, que se complementam para atingir o objetivo pretendido. Um bom exemplo é a ligação da Odontologia Estética com a Periodontia para harmonizar a parte rosa e aparte branca da boca, resultando em um conjunto estético harmônico e equilibrado.

Reabilitações

As Reabilitações são recuperações de prejuízos estéticos e funcionais com o auxílio de um ou mais procedimentos utilizados na Odontologia. É normalmente indicada para pacientes com perdas dentárias ou com longo tempo de problemas esqueléticos, causadores de prejuízos estéticos e/ou funcionais.
Reabilitações podem incluir procedimentos como: colocação de dentes, restaurações, restabelecer dimensões verticais perdidas ou devolver para o paciente estética e função. São indicadas, principalmente, para o restabelecimento da saúde bucal e estética do paciente.

Lesões de Boca

Câncer de boca ou de lábio, aftas, herpes (simples ou labial) e candidíase (sapinho) são algumas das lesões de boca mais comuns. Essas e outras doenças são causadas por diversos fatores como, por exemplo, o cigarro. Sem um correto diagnóstico pelo cirurgião dentista, bem como orientação ou tratamento, podem evoluir para sintomas muito mais doloridos ou doenças mais graves.
O exame e o diagnóstico feitos por um profissional faz toda a diferença quando se trata de saúde bucal, podendo evitar, controlar e curar essas enfermidades, proporcionando mais segurança e qualidade de vida aos pacientes.
Na consulta, além de uma limpeza, são realizados exames de palpação e observação dos tecidos, que podem revelar, além do que já foi citado, até mesmo linfomas e câncer de tireoide.

Aparelhos Anti Ronco

Pacientes que não tem boas noites de sono possuem uma maior dificuldade na recuperação de lesões e para descansar e relaxar, o que acaba refletindo negativamente em sua qualidade de vida.
O ronco é um alerta de que há algo errado acontecendo no organismo. Quando roncamos, gastamos mais energia para respirar e, em alguns casos, durante a apnéia do sono, o roncador até para de respirar algumas vezes. Em casos mais extremos, estes episódios ocorrem centenas de vezes em uma única noite. Além disso, a apnéia do sono aumenta os riscos de ataque cardíaco, depressão e diabetes.
Após a realização de uma avaliação detalhada, o profissional de saúde define o método de tratamento, bem como as condições para a colocação de aparelhos e o tipo de aparelho que será utilizado.

51 3541.6199 | 51 9999.0131

Taquara

Rua Federação, 2015
Bairro Centro

Riozinho

Av. André Brambilla, 114 | Sala 1
Bairro Centro